Estou endividado, e agora?

| |
Entramos o ano de 2016 com dividas maiores do que os outros anos, estamos no meio do ano e ainda não consegui me estabilizar, o que eu faço?


Dia desses minha amiga veio pedir dicas de como pagar as contas e lidar com os eventuais gastos.  Esse ano me parece que as contas foram mais do que anos atrás, estou acostumada com as de sempre, IPTU, IPVA, Material escolar, Renovação de contratos, Mensalidades de faculdades, escolas e cursos e outros compromissos.


Disse para ela os passos básicos para virar e entrar no próximo ano no positivo:
*Organize em planilhas todos os gastos fixos que você tem certeza que vai ter que gastar e não tem como deixar de pagar;
* Coloque quanto você recebe por mês, seja sincera;
*Tente usar o cartão de credito menos possível;
*Lembre o quanto você trabalhou para receber aquele dinheiro.



Uma vez conversando com meu esposo eu disse que queria comprar um determinado produto, que naquele momento não faria diferença nenhuma, apenas por vontade, ele me disse o seguinte:

“Pegue seu salário, e divida pelas horas que você trabalhou no mês, pois bem, você terá o valor de sua hora de trabalho, agora imagine tudo o que você teve que aguentar nessa 1 hora, e veja se ainda assim você vai querer gastar esse dinheiro desnecessário agora.”

Quando ele terminou de falar, eu já havia desistido. Sempre que tenho lapsos em querer COMPRA, COMPRA E COMPRAR, eu me lembro dessas palavras.

Coloque em sua vida que o a vista você SEMPRE eu disse SEMPRE terá desconto, não tenha vergonha de pedir, a única palavra que pode ouvir é NÃO.

*Gaste somente quando tiver dinheiro, deixe o cartão para emergências incalculáveis.
*Faça poupança para os bens duráveis (casa, carro, filhos...)
*Troque dividas mais caras pelas mais baratas
*Utilize o credito do banco em ultimo caso
*Evite deixar de pagar o cartão
*Negocie somente quando tiver certeza que pode pagar
*Não tenha pressa
*Leve essa situação com aprendizado, após pagar não vá gastar tudo novamente.



Beijos e até a próxima!